Estação das Docas

Na orla entre a modernidade e a cultura ribeirinha, a Estação das Docas prova que a inovação arquitetônica e a recuperação do patrimônio histórico podem viajar juntas e em perfeita harmonia. Fotos: Osvaldo Forte

Vista de Belém

Portas de entrada do fascinante mundo amazônico. Está localizado na foz direita do rio Amazonas e abaixo 1º da linha do Equador, por esta razão seu clima é quente e úmido, porém chuvosa e ventilada, o que ameniza o calor de Belém. Fotos: Osvaldo Forte

Metrólopole da Amazônia

Historicamente, constituiu-se na principal via de entrada na região norte do Brasil, tendo uma posição geográfica privilegiada. Situada às margens do rio Guamá, próxima à foz do rio Amazonas. Fotos: Osvaldo Forte

Belém do Pará

Vivenciou momentos de plenitude, entre os quais o período áureo da borracha, no início do século XX, quando o município recebeu inúmeras famílias européias, o que veio a influenciar grandemente a arquitetura de suas edificações, ficando conhecida na época como Paris nAmérica.. Fotos: Osvaldo Forte

A Capital do Norte

Exerce significativa influência nacional, seja do ponto de vista cultural, gastronômico econômico ou político. Conta com importantes monumentos, parques e museus, como o Theatro da Paz, o Museu Paraense Emílio Goeldi, o mercado do Ver-o-Peso, e eventos de grande repercussão, como o Círio de Nazaré. Fotos: Osvaldo Forte

 

BELEMTUR - Coordenadoria Municipal de Turismo

A BELEMTUR é a Coordenadoria Municipal de Turismo do município de Belém e possui como objetivo planejar, coordenar, controlar e avaliar as atividades relacionadas com o turismo no município do Belém, nos termos da política nacional de turismo. Endereço da Belemtur: Av. Presidente Vargas, nº158, 13º andar, Campina, Cep: 66010-000.

Tradição do bolo gigante de aniversário reúne grande público no Ver-o-Peso

Aniversário de Belém com o prefeito Zenaldo Coutinho

Aniversário de Belém com o prefeito Zenaldo Coutinho

Na manhã deste domingo, 12, trabalhadores do Ver-o-Peso e moradores de diferentes bairros de Belém se uniram ao prefeito Zenaldo Coutinho e a vice – prefeita Karla Martins para cantar parabéns a Belém, que completou 398 anos. Aos pés do Solar da Beira, um dos cartões postais da cidade, centenas de pessoas esperavam por um pedaço do bolo de 20 metros doado pelo Sindicato da Indústria da Panificação e Confeitaria do Pará. Seu Antônio Correa de Souza, de 84 anos, morador do bairro do Guamá, chegou às 6h da manhã e garantiu o primeiro lugar na fila. Ele falou o porquê de tanto sacrifício. “Todo ano faço a mesma coisa, venho pra cá festejar o aniversário da minha cidade. Procuro chegar bem cedo pra conseguir um pedaço para a minha esposa”, revelou com uma gargalhada.

Às 11h a fila para o bolo já passava das barracas de alimentação do Ver-o Peso e apesar da espera o clima era de festa entre todos. Anderson Lima, 38 anos, não se importou em ser o último da fila. “Vale tudo para participar dessa grande festa, mesmo sendo o último, vai ter bolo para todo mundo”, disse.

Após oferecer o primeiro pedaço do bolo para a jovem Rhaina Nicolly Lopes, que completou 12 anos hoje, Zenaldo Coutinho agradeceu o presente do Sindpan e deu os parabéns à Belém. “Hoje é um dia de festa na nossa cidade, muito obrigado ao Sindpan por fazer esse belíssimo bolo. Aos 398 anos completados hoje ainda temos uma longa caminhada até os 400 anos de Belém, onde queremos uma cidade melhor para todos”, declarou.

Sobre a chuva, que acabou atrasando a programação, Zenaldo foi otimista.”A chuva é um presente para a nossa cidade. Mas todo aniversário com chuva é um bom presságio”, brincou.

 Preparativos

O bolo gigante foi preparado pela panificadora Lindalva Pereira e sua equipe. Com a experiência de mais de 25 anos confeccionando o tradicional bolo de aniversário de Belém, ela vem aperfeiçoando suas técnicas e falou como foram os preparativos para a grande festa. “Estamos aqui desde as 4h da madrugada. As pastas foram feitas na padaria, mas é aqui que fazemos a montagem do bolo, colocamos o recheio, a cobertura e a decoração”, revelou.

A cada aniversário os sabores do bolo são a grande surpresa. Este ano foram usados cupuaçu, bacuri, castanha-do-pará, chocolate e doce de leite. Para fazer a delícia gigante foram necessários mais de 2 mil ovos e 70 kg de trigo.

Para o presidente do Sindpan, Elias Pedrosa, há 19 anos a entidade e profissionais da panificação agradecem a população com este presente. “Esta é uma forma que encontramos para agradecer aqueles que todos os dias vão às padarias de Belém. Então é uma satisfação muito grande fazer parte dessa festa”, afirmou.

A programação do bolo gigante de aniversário de Belém é realizada pela Coordenadoria Municipal de Turismo (Belemtur), com o apoio da Secretaria Municipal de Economia (Secon). Maikenn Souza, coordenador da Belemtur, avaliou o resultado do trabalho em equipe. “O Ver-o-Peso é o maior cartão postal de Belém, nada mais justo escolher este espaço para dividir com a população um pouco dos sabores paraenses. Com todas as inaugurações e programações realizadas pela Prefeitura neste aniversário, é uma satisfação muito grande realizar este evento, que só foi possível com o apoio da Secon”, avaliou o coordenador.

Texto: Dandara de Almeida – NID Comus

Fotos: Comus PMB Edição: Lene Tavares