ENTREGA – Feirantes do Ver-o-Peso, Jurunas e Cremação recebem novos equipamentos de trabalho

ENTREGA – Feirantes do Ver-o-Peso, Jurunas e Cremação recebem novos equipamentos de trabalho

Um dia muito aguardado pelos feirantes da capital paraense finalmente chegou. Nesta segunda-feira, 10 de maio, trabalhadores dos complexos do Ver-o-Peso, Jurunas e Cremação receberam novos equipamentos de trabalho. A prefeitura municipal de Belém e o governo do estado entregaram cerca de duzentos itens, entre freezer, basquetas, fogões e kits de panelas, que serão utilizados no trabalho diário nas feiras e mercados de Belém.

A cerimônia de entrega dos utensílios ocorreu no Mercado de Carne e reuniu o prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, o governador do estado do Pará, Helder Barbalho, e vários parlamentares.  Após conversar com os feirantes do espaço, os dois governantes assinaram o termo de cessão de uso dos equipamentos.

Só no Ver-o-peso, foram entregues 50 freezers; 22 fogões; 30 kits de avental, basqueta, faca e chapéu; 22 kits com panelas; e cinco balanças eletrônicas. “E para o pessoal que descasca maniva, entregamos facas e basquetas”, disse o coordenador do Instituto do Ver-o-Peso, Manoel Rendeiro, o “Didi”. Segundo ele, “trata-se de um projeto para todas as feiras de Belém.” No Mercado de Carne também foram entregues 150 cestas básicas.

No Jurunas, a entrega foi de 17 freezers, 10 fogões, 50 kits de facas e 17 kits de panela. Atualmente, o complexo conta com 469 permissionários cadastrados pela Secretaria Municipal de Economia (Secon), os quais atuam nos setores de hortigranjeiros, industrializados, alimentação, lanches, mercearia, serviços, farinha, carnes, aves, pescados, mariscos e ervas medicinais.

Na feira da Cremação, foram entregues oito freezers; cinco fogões; 15 kits de avental, basqueta, faca e chapeu; e cinco kits com panelas.

A capital paraense possui atualmente cerca de 18 mercados e 39 feiras cadastradas. Essa entrega inicia o processo de modernização das feiras e impacta diretamente no melhor atendimento aos frequentadores.

Tradição – O prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, destacou que “a feira em Belém é uma tradição. Nenhuma cidade tem tantas feiras livres abertas, quanto Belém.” O prefeito ainda felicitou a ação conjunta. “Eu quero parabenizar o governo do estado, por meio do governador Helder Barbalho, por reconhecer que as organizações da sociedade civil têm que ser valorizadas. Um governo pode, simplesmente, comprar equipamentos e repassar diretamente para as feiras, mas quando ele faz isso por meio de uma organização, como o Instituto Ver-o-Peso, ele está fortalecendo essa nova cultura política”, disse.

O governador Helder Barbalho reafirmou a disposição do governo em estabelecer novas parcerias com a gestão municipal. “Nós estamos à disposição para fazer parceria com a prefeitura e, assim, poder recuperar as feiras e mercados da capital e região metropolitana. Levar esses benefícios para as feiras e mercados é importante porque são áreas de comercialização e pontos de encontros de um bairro e outro”, disse o governador do estado, Helder Barbalho.

O feirante Antônio Lobato Soares, 63 anos, vivencia o dia a dia da feira do Ver-o-peso há mais de 50 anos. Ele levava apenas a quantidade exata de produtos para comercializar no dia, mas, agora, o recebimento do freezer vai impactar positivamente nas vendas de seus produtos perecíveis como, por exemplo, a maniva. “Agora vai ser diferente, com certeza é mais uma renda extra que nós vamos ganhar, porque temos condições de guardar esse produto, que poderia estragar”, comentou.

O secretário municipal de Economia, Apolônio Brasileiro, ressalta que essa ação é resultado de um esforço conjunto municipal e estadual, que chegará a todas as feiras. “Inicialmente, nós estamos aqui, fazendo a primeira entrega de kits de equipamentos nos complexos do Ver-o-Peso, Jurunas e Cremação, mas vai chegar a todas feiras de Belém. Esse esforço do governo do estado, por meio do Pará Rural, de renovar os equipamentos dos feirantes, vem acompanhado do esforço da Prefeitura de Belém de reorganizar as feiras, de montar condomínios participativos. Esse é um novo modelo de gestão, que a gente traz o feirante para ajudar a prefeitura nas gestões da feiras”, enfatizou o titular da Secon, Apolônio Brasileiro.

Trabalhando há 30 anos, vendendo refeição no complexo do Jurunas, a feirante Ana Maria Passos não escondeu a satisfação de ganhar um fogão. “Vai ajudar muito na venda das minhas comidas. Estou muito feliz por essa ajuda, que nunca foi feita aqui para os feirantes do Jurunas”, comentou.

O prefeito Edmilson Rodrigues comentou que a prefeitura pretende, em breve, remanejar os feirantes da área externa para o novo complexo. “Se tudo der certo, espero que todos estejam aqui o mais rápido possível.”

Texto: Joyce Assunção e Victor Miranda – COMUS
entrega2 entrega3 entrega4

PRESERVAÇÃO – Praça das Mercês recebe ação do programa “Belém bem cuidada”

PRESERVAÇÃO – Praça das Mercês recebe ação do programa “Belém bem cuidada”

Na manhã desta segunda-feira, 26, o prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, acompanhou mais uma ação do programa “Belém Bem Cuidada”. Desta vez, a iniciativa levou limpeza, iluminação pública e arborização à Praça das Mercês, no bairro da Campina.

“A praça recebeu investimento público por meio de empréstimo, com juros muito altos, endividando o município, e ela ficou aqui, abandonada, com tapumes, mas sem segurança. Pessoas em situação de rua entravam e algumas chegaram a furtar cabeamento completo para vender o metal, então, era um investimento que ia se perder. Por isso, foi retirado o tapume e feita essa manutenção”, explicou o prefeito Edmilson Rodrigues, ao visitar o local.

A manutenção foi coordenada pela Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb), que trabalhou na revitalização total da praça. “Fizemos a recolocação das pedras que estavam soltas, dos bancos e dos balizadores, que é um tipo de iluminação para jardins, e fizemos a limpeza dos monumentos. Também recuperamos toda a iluminação da praça, já que foram furtados os cabos subterrâneos, colocamos iluminação de led”, destacou o titular da Seurb, Deivison Alves.

Área verde – A Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) também atuou nesta manutenção, recuperando a área verde da Praça das Mercês, que vai continuar recebendo cuidados. “O serviço não pode parar, então a Semma estará sempre presente nesse logradouro. Manter o verde daqui vai requerer muita manutenção”, disse o titular da pasta, Sérgio Brazão.

Durante a visita, o prefeito de Belém também ouviu as demandas dos ambulantes que trabalham no local. A Vendedora Maria Dias, desde 1988 comercializa roupas ao lado da praça. “Nós queremos que tenha uma fiscalização da guarda, e queremos banheiros também.”

O prefeito Edmilson Rodrigues garantiu que vai avaliar os pedidos. “Nós vamos ver se conseguimos implantar o banheiro. Os estudos vão ser feitos. Tudo isso respeitando os princípios que o Iphan e o próprio Departamento de Patrimônio Histórico da Fumbel obedecem, de acordo com o que é determinado em lei.”

Padronização – Além disso, a Secretaria Municipal de Economia (Secon) está trabalhando para padronizar as barracas que ficam no entorno da praça. “A gente vai retomar o comércio informal na área, padronizando os equipamentos e qualificando os ambulantes que estão aqui. A ideia é que o comércio informal seja mais um elemento de valorização do patrimônio histórico e do potencial turístico dessa praça”, explicou o secretário municipal de Economia, Apolônio Brasileiro.

Após visitar a praça das Mercês, o prefeito também visitou o prédio da Secretaria Municipal de Finanças (Sefin), que fica em frente à praça. O gestor conferiu a estrutura do local e conversou com servidores e também com quem buscava atendimento.

Texto: Juliana Brito – COMUS

AGRICULTURA FAMILIAR – Agricultores de Mosqueiro recebem mudas e sementes da Prefeitura de Belém

AGRICULTURA FAMILIAR – Agricultores de Mosqueiro recebem mudas e sementes da Prefeitura de Belém

“De agricultora local, quero passar a ser uma produtora em grande escala”, revelou Gerlany de Fátima Oliveira, integrante de uma das 50 famílias de agricultores do distrito de Mosqueiro que receberam na manhã desta quinta-feira, 16, da Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Economia (Secon), três mil sementes de açaí, além de mil mudas de laranja, mil de cacau e mil de açaí.

Os insumos foram entregues na sede da Agência Distrital de Mosqueiro (Admos) aos agricultores das comunidades de Mari-Mari I e II, além dos assentamentos Chico Mendes e Dezenove de Abril, e servirão para o manejo e posterior comercialização dos produtos, como forma de proporcionar mais uma opção de renda aos agricultores familiares da ilha.

Colheita – De acordo com o engenheiro agrônomo da Secon, Jorge Pantoja, a colheita dessa espécie de laranja é realizada por volta de três anos. “A produção é bem promissora, já que podem ser colhidas de 3 a 4 caixas por muda, o que vai totalizar cerca de 750 a mil laranjas”, explicou o técnico.

“É importante destacar que 66% da área geográfica de Belém é integrada por ilhas, com grandes potenciais agrícolas para atender, inclusive, à demanda da capital. Por isso, a Prefeitura de Belém tem olhado para os pequenos agricultores das áreas insulares, como agentes fundamentais para o desenvolvimento da economia local”, destacou o titular da Secon, Rosivaldo Batista.

Ação da PMB contou ainda com o apoio da Federação da Agricultura e Pecuária do Pará (Faepa), que fez a doação dos insumos, e com a Fundação Municipal de Assistência ao Estudante (Fmae), na logística das doações.

Cadastro Ambiental Rural – Ainda como parte das ações da Prefeitura de Belém no distrito de Mosqueiro, 12 famílias do assentamento Elizabeth Teixeira e oito proprietários rurais da ilha, também receberam da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), o documento comprobatório do Cadastro Ambiental Rural (CAR). Segundo o chefe do departamento de parques da Semma, Bruno Barauna Araújo, o cadastro é uma maneira de garantir aos agricultores a regularização ambiental das propriedades rurais.

O agricultor João Geonil da Conceição trabalha há 15 anos no assentamento Elizabeth Teixeira com o cultivo do açaí e cacau e criação de galinha caipira. “Eu não tinha onde morar, quando me mudei pra cá. Hoje tenho uma terra produtiva com a possibilidade, inclusive, de realizar um crédito financeiro para melhorar minha produção, por meio do cadastramento no CAR”, revelou João.

Outro benefício do CAR é o controle ambiental, a conservação do meio ambiente e o combate ao desmatamento ilegal, visto que, a partir do cadastro online dos agricultores, o poder público passa também a ter o monitoramento dessas áreas.

Texto: Roberta Corrêa

FEIRANTE EMPREENDEDOR – Trabalhadores do Complexo de Jurunas participam de palestras sobre educação financeira

FEIRANTE EMPREENDEDOR – Trabalhadores do Complexo de Jurunas participam de palestras sobre educação financeira

“Já estou ansioso pela entrega do Complexo do Jurunas. Quero começar do jeito certo no meu novo espaço, que, com certeza vai chamar mais clientela”, disse Benedito do Socorro Nogueira. O trabalhador, que atua no local com consertos de eletrodomésticos, é um dos beneficiados com o programa de capacitação “Feirante Empreendedor”, promovido nesta terça-feira, 14, pela Prefeitura de Belém, por meio da Sala do Empreendedor da Secretaria Municipal de Economia (Secon), na sede da escola de samba Rancho Não Posso Me Amofiná.

“Preparamos um ciclo de palestras aos trabalhadores do Complexo do Jurunas, que se iniciou em dezembro de 2019 e ocorre uma vez por mês, até a entrega da reforma do espaço, prevista para junho deste ano. As temáticas de hoje são Educação Financeira e Formalização dos Negócios”, explicou a coordenadora da Sala do Empreendedor, Regina Vilanova.

Palestras – Entre as abordagens ao longo do ciclo estão Educação Financeira, Vantagens da Formalização, Gestão Inovadora de Feiras e Mercados, Empreendedor com Sucesso, Excelência no Atendimento, Redes Sociais como Atrativo aos Clientes, Boas Práticas de Manipulação de Alimentos e Coleta Seletiva do Lixo.

Karliane do Carmo comercializa refeições às proximidades do Complexo do Jurunas, e levou os dois filhos, Daivison Teixeira, de 10 anos, e Kemilly Rosana Teixeira, de 5 anos, para participar da palestra sobre Educação Financeira, que também aborda as boas práticas orçamentárias para as crianças. “Fiquei feliz em saber que a palestra vai além do trabalho, pois é importante cuidar do dinheiro também dentro de casa, se não tudo desanda”, avaliou Karliane.

O palestrante convidado e economista da Secon, Luís Carlos Silva, apresentou aos trabalhadores uma série de dicas para evitar o endividamento e a melhor maneira de administrar as finanças. “Reduzir o uso de cartão de crédito e gastos desnecessários, realizar uma planilha detalhada das despesas e, ainda, separar um investimento para o negócio são fundamentais para uma finança bem-sucedida”, apontou o economista.

Cronograma 2020 – Segundo o secretário municipal de Economia, Rosivaldo Batista, todos os trabalhadores das feiras e mercados que passam por revitalização ou padronização vão receber a capacitação do programa “Feirante Empreendedor”. “Entre esses trabalhadores estão os que atuam na feira da Batista Campos, com programação prevista para início de fevereiro, e os permissionários da feira do Ver-o-Peso, que receberão as palestras antes da entrega da obra”, destacou o titular da Secon.

Texto: Roberta Corrêa