ENVOLVIMENTO – Crie encerra programação alusiva ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo

Want create site? With Free visual composer you can do it easy.
Lídia Damasceno avaliou que a palestra orientou os professores e pais de alunos sobre como atuar com as crianças com TEA dentro da sala de aula

Foi encerrada nesta sexta-feira, 5, no Centro de Referência em Inclusão Educacional Gabriel Lima Mendes (Crie), vinculado à Secretaria de Educação (Semec), a III Semana Municipal de Conscientização sobre o Transtorno do Espectro do Autismo (TEA). A programação em alusão ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo, celebrado no dia 2 de abril, foi realizada ao longo desta semana com caminhadas, palestras e oficinas.

O encerramento contou com a palestra “Fonoaudiologia e os alunos com TEA”, ministrada pela fonoaudióloga Lídia Damasceno, e a palestra sobre “Acessibilidade e material adaptado para o atendimento ao aluno com TEA”, com a psicopedagoga Noah Chiavenato, voltadas para professores e pais de alunos.

“Muitas crianças não possuem condições de adquirir um tratamento com um fonoaudiólogo, e o Crie entra com esse suporte de incluir as crianças no tratamento para que elas possam ter autonomia e inseridas na sociedade. A palestra veio orientar os professores sobre como atuar com as crianças com TEA dentro da sala de aula”, explicou Lídia Damasceno.

Ações – No decorrer da semana, o evento realizou diversas ações de conscientização do autismo para professores, alunos e familiares. Dentro da programação houve caminhada e “cãominhada” no distrito de Mosqueiro, palestras sobre musicoterapia, roda de conversa sobre tecnologia assistiva para alunos com autismo, programas de vivência entre família e escola, audiência pública na Câmara Municipal para tratar sobre os direitos, entre outras.

Luiz Mussi, professor do Crie, disse que a Semana de Conscientização do Autismo trouxe um retorno de todos os trabalhos desenvolvidos durante o ano

Para o professor do Programa Ciranda da Família do Crie, Luiz Mussi, que trabalha diretamente com o envolvimento das famílias e os alunos com autismo, a Semana de Conscientização do Autismo trouxe um retorno de todos os trabalhos desenvolvidos no ano. “Esse evento é fundamental, pois durante o ano nós trabalhamos a inclusão social com diversas práticas nas escolas, e durante a semana, podemos observar o resultado promissor do nosso trabalho. É inspirador”, elogiou.

Dados – O Dia Mundial de Conscientização do Autismo foi criado pelas Nações Unidas em 2007 e tem como objetivo disseminar informações a respeito do autismo, que atinge cerca de 2 milhões de brasileiros, segundo dados do Center of Diseases Control and Prevention –  Centro de Controle de Prevenção de Doenças (CDC). Atualmente, em Belém, mais de 400 crianças com autismo estão inseridas na rede municipal de ensino.

A coordenadora do Crie, Denise Corrêa, ficou animada com o envolvimento de pais e alunos na programação nesta terceira edição do evento. “Essa edição superou nossas expectativas e já estamos articulando novas ações para o próximo ano. Acabamos de vivenciar uma semana de conscientização do autismo, porém não estamos focando somente nas escolas, como também nas comunidades, trocando experiências, atualizando dados e avaliando os avanços”, explicou.

“Tivemos uma semana muito intensa, com ações inéditas, sentimento de inclusão e muito envolvimento dos participantes”, complementou Denise.

Crie – O Centro de Referência em Inclusão Educacional Gabriel Lima Mendes (Crie) trabalha com uma equipe multiprofissional, formada por terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, pedagogos e psicopedagogos, a partir de um plano de desenvolvimento individualizado e em grupo, para despertar habilidades e talentos de alunos com deficiência física, visual, intelectual, múltipla, surdez, transtorno do espectro autista, que estão matriculados na rede municipal de ensino de Belém.

A programação em alusão ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo, celebrado no dia 2 de Abril, foi realizada ao longo desta semana com caminhadas, palestras e oficinas

Edmilson Lima, mediador do Programa de Atendimento ao Aluno com Transtorno do Espectro Autista (Proatea) do Crie, avalia que a semana de conscientização foi muito positiva. “O evento está sendo visto com orgulho pela equipe multiprofissional, pois observamos a resposta dessa inclusão do aluno nas escolas, o que está sendo feito e o que pode melhorar. Cerca de cem crianças passam por uma avaliação mensal no programa do Crie e por meio do evento podemos ver o resultado dessa dedicação”, avaliou.

Autismo – O autismo é considerado um transtorno do neurodesenvolvimento, ligado ao déficit na estimulação cognitiva, linguagem e interação social. O nível do transtorno pode ser leve, médio e severo. A partir do nível diagnosticado, os sintomas são brandos ou graves, podendo ocasionar hipersensibilidade olfativa, auditiva e da visão. Uns dos métodos para o diagnóstico do Transtorno do Espectro do Autismo pode ser através da Escala de Pontuação para o Autismo na Infância (Escala CARS), que mede os sintomas e sinais, como o olhar e a percepção de sons.

Agência Belém – Você ficou com alguma dúvida ou tem sugestões para enviar à Agência Belém? Entre em contato conosco pelo nosso canal de divulgação das principais ações do município pelo número (91) 98027-0629. Aguardamos sua mensagem.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.