«

»

Ponte da rua Variante, em Mosqueiro, será totalmente interditada

3b8a60b2-35db-4cf8-9bb8-027a1a73892fA ponte da rua Variante, no distrito de Mosqueiro, na área da praia do Murubira, será interditada totalmente para veículos, a partir desta segunda-feira, 26. A medida tomada pela Prefeitura de Belém, por meio de um trabalho integrado da Agência Distrital de Mosqueiro, da Secretaria Municipal de Saneamento (Sesan), Defesa Civil do Município e em parceira com o Corpo de Bombeiros, visa a preservar a integridade física das pessoas que utilizam a ponte.

Em dezembro de 2016, o local sofreu uma avaria em sua estrutura metálica. Depois de vistoriada pela Defesa Civil do Município, ficou decidido que a ponte seria parcialmente interditada para carros, vans, caminhões e outros veículos de maior porte. A ponte, que foi construída com vão livre e sem pilares de sustentação ao centro, apresentou uma deformação em sua estrutura.

Com o passar do tempo, veículos maiores continuaram a passar pelo local, causando uma inclinação na pista e um afastamento maior na estrutura metálica, o que levou a Agência Distrital de Mosqueiro e o Corpo de Bombeiros a interditar totalmente a ponte, no início de fevereiro. Há cerca de dez dias, os blocos de concreto que faziam a interdição, ainda que tenham sido pintados de branco para alertar e chamar mais a atenção, foram retirados pela população da posição em que estavam, e os carros continuaram a passar pelo local.

Novamente, a Defesa Civil fez uma vistoria e constatou que não é possível a ponte receber qualquer tipo de trânsito mais pesado e intenso. “A ponte está com a estrutura precisando de reparos urgentes, que serão feitos em breve, mas não podemos ter tráfego por aqui ou poderemos ter um acidente. Ao mesmo tempo, informamos que as passarelas laterais da ponte estão liberadas para pedestres, bicicletas e motocicletas”, informou Benedito Cavallero, agente distrital de Mosqueiro.

Reparos – A Prefeitura de Belém está realizando um processo de licitação para as obras de recuperação da ponte da rua Variante. A obra consistirá na reforma total da ponte, além da instalação de pilares para garantir maior estabilidade e segurança para quem transita pelo local. Até a realização da obra, prevista para este primeiro semestre de 2018, a ponte permanecerá interditada totalmente para veículos, por medida de segurança.

O projeto de recuperação total da ponte já foi concluído pelo Departamento de Assessoria Técnica da Sesan. “O projeto de recuperação já está pronto, aguardando apenas a liberação de recursos que serão oriundos de um empréstimo da Prefeitura junto ao Banco do Brasil. Após essa fase, entramos na parte de licitação e começamos as obras de recuperação da ponte, em seguida”, explicou Antônio Carlos Gomes, diretor técnico da Sesan.

Yan Miranda, coordenador da Defesa Civil do Município, disse que após a vistoria técnica feita na semana passada, foi constatado avarias em um pilar de sustentação da ponte, o que causou uma pequena inclinação na pista. “Por prevenção, decidimos que o melhor seria a interdição total. Isso é provisório, até que as obras de reparo tenham início. Vamos colocar, pelo menos, onze blocos de concreto na ponte e duas placas com informações sobre a interdição, para assim resguardar a vida das pessoas”, enfatizou o coordenador.

Interdição – Nesta segunda-feira, 26, começa o processo de interdição total da ponte. Serão colocados nas duas cabeceiras da ponte e também no meio dela blocos de concreto, chamados New Jersey, que pesam, cada um, cerca de 600 quilos. “As pessoas podem até tentar remover esses blocos, mas eles serão muitos e pesados, porque a ponte não pode mais receber tráfego”, alertou Cavallero.

A Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob) vai colocar duas grandes placas de sinalização informando sobre a interdição, no início e no final da rua Variante, e a Sesan vai disponibilizar um caminhão munk para colocar os blocos de concreto sobre a ponte.

Alternativas – A ponte e a rua Variante são uma alternativa para se chegar à Vila e outras praias em Mosqueiro. Cavallero disse que há outras opções à essa rota. “Como os veículos não poderão mais passar por aqui, há outras duas possibilidades. A primeira é trafegar pela avenida Beira Mar, ao longo das praias, e a segunda é passando pela rodovia PA-391. Caso as pessoas não queiram vir da Beira Mar e seguir pela PA, a alternativa é a rua César Augusto, que liga diretamente o Murubira a rodovia”, explicou o agente distrital.

Por Dedé Mesquita

Fotos: Alessandra Serrão